Um estranho no ninho (One Flew Over the Cuckoo’s Nest) de Ken Kesey

Randle Patrick McMurphy finge problemas psicológicos para escapar de uma pena na prisão em troca de algo mais ameno (era o que supunha) em um manicômio. Enfermeiros impiedosos, eletrochoque, e lobotomia são alguns dos percalços que tem de enfrentar. E na convivência com pessoas que possuem diversos tipos de distúrbios neurológicos o livro nos mostra o significado da amizade.

Não me lembro bem como cheguei à essa história, mas foi mais um feliz achado em sebo (como dá pra notar pelo estado da capa hehe). O livro nos mostra o grande impacto da chegada de McMurphy na vida dos internados e dos funcionários do hospital psiquiátrico mudando radicalmente a rotina do local.

Livro Um estranho no Ninho

Capa Um estranho no Ninho

Os hospitais psiquiátricos antigamente tinham predominância por tratamentos severos tendo como exemplo a lobotomia e o choque elétrico. Podemos ver isso em várias outras obras literárias ou cinematográficas onde são retratados esses tipos de hospitais, e esses invasivos tratamentos que por vezes deixavam o indivíduo visivelmente pior.

McMurphy e sua turma

McMurphy e sua turma (Fonte IMDB)

Nosso anti-herói vira uma espécie de líder para os outros pacientes, e todos vivem em um tipo de repressão e guerra principalmente contra a enfermeira carrasca, a ‘Chefona’, que para puni-los os encaminhava para tratamentos dos quais muitos deles, depois de se submeterem, se tornavam incapacitados e eram expostos à todos, como maneira de ameaça às consequências de não se enquadrar ao sistema imposto pelo hospital.

Com o crescimento do envolvimento de Mcmurphy com as pessoas ao seu redor, deixando de lado apenas o interesse pessoal o qual o motivou a estar ali, e criando vínculos de amizade com quem geralmente está à margem da sociedade o personagem evolui e amadurece durante o enredo.

É uma leitura daquelas que nos instiga onde Ken Kesey nos apresenta a personagens que crescem nos conquistando e emocionando durante a trama. E o livro é encerrado com um final surpreendente. Decerto, uma história que merece muito ser lida!

Avaliação: ♥♥♥♥ (4/5)

Para ver:

Curiosidades:

  • Ken Kesey, o autor do livro, ficou conhecido também pelos Acid Tests, onde promovia festas em um ônibus nos tempos de auge do ácido e da psicodelia  em São Francisco, nos anos 60.
  • O filme ganhou vários prêmios no Oscar, incluindo o de melhor ator para o maravilhoso Jack Nicholson.

Autor(a): Ken Kesey

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s